Resenha: A menina da neve.

a-menina-da-neve_1.png.1000x1353_q85_crop

Autor: Eowyn Ivey

Editora: Novo conceito.

Sinopse: Alasca, 1920: Um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando um do outro cada vez mais ele, no duro trabalho da fazenda, ela, se perdendo na solidão e no desespero. Em um dos raros momentos juntos durante a primeira nevasca da temporada, eles fazem uma criança de neve. Na manhã seguinte, ela simplesmente desaparece.
Jack e Mabel avistam uma menina loira correndo por entre as árvores, mas a criança não é comum. Ela caça com uma raposa-vermelha ao lado e, de alguma forma, consegue sobreviver sozinha no rigoroso inverno do Alasca.
Enquanto o casal se esforça para entendê-la uma criança que poderia ter saído das páginas de um conto de fadas , eles começam a amá-la como se ela fosse filha deles. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam ser, e o que aprendem sobre
essa misteriosa menina vai transformar a vida de todos eles.

 

Minha opinião:  Gosto de Mabel e Jack, na verdade criei um certo carinho por todos os personagens, eles tiveram um bebe que nasceu natimorto e isso mudou toda a vida do casal, o jeito de lidarem com a vida e então Mabel quis ir para longe, para tentar lidar e viver sozinha com Jack. O lugar aonde eles vão morar é uma cidade bem pequena no Alaska sem hospitais, médicos e empregos. Eles vivem das suas terras, o que com o tempo vai se tornando um belo desafio pois Jack já esta com uma idade avançada.

Faina surge na vida deles e essa é a grande questão durante todo o livro: como uma menina sozinha sobrevive na floresta durante um inverno castigaste? Ela é real? Ou Jack e Mabel deram vida a ela através de um boneco de neve?

George, Esther e Garret. Eu gosto de Garret desde a primeira aparição do personagem no livro, acho um personagem interessante, corajoso e bem escrito. Esther e George são o casal de vizinhos mais amável que eles poderiam encontrar no Alasca.

Mabel e Jack tentam lidar com todas as mudanças em suas vidas e ao mesmo tempo recuperar aquele elo perdido.

Sobre a historia em si: achei bem variante, mesmo tempo personagens bem legais a historia são se mantém envolvente o tempo todo, em alguns momentos dá tédio e vontade de largar o livro. Isso torna o livro cansativo e um pouco maçante, acredito que a autora repetiu muito alguns detalhes e divagou em algumas partes. E pelo fim, parece que haverá continuação.

Minha nota é: 2

Facebooktwittergoogle_pluspinterestmail

You may also like

4 Comentários

  1. Oii Isa, Tem um pouco de suspense sim, porque você fica “q a fauna vai fazer agora?”.
    Obrigada por comentar <3'

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *