Dica de filme: Divertida-mente.

Olá criativos <3′

O filme de hoje eu tive que dar uma segunda chance para gostar dele, isso anda acontecendo bastante, mas esses dias eu resolvi dar a segunda chance e passei a gostar dessa animação <3′

Foto: Google.
Foto: Google.

Divertida-mente nos mostra como as emoções são importantes, como é importante sentir, na primeira vez eu ja tinha percebido isso, mas não tinha gostado muito do filme, não lembro se estava brava no dia ou algo parecido, não me recordo, mas resolvi dar uma segunda chance e adorei o filme e a mensagem que ele passa.

Sinopse:

Riley é uma garota divertida de 11 anos de idade, que deve enfrentar mudanças importantes em sua vida quando seus pais decidem deixar a sua cidade natal, no estado de Minnesota, para viver em San Francisco. Dentro do cérebro de Riley, convivem várias emoções diferentes, como a Alegria, o Medo, a Raiva, o Nojinho e a Tristeza. A líder deles é Alegria, que se esforça bastante para fazer com que a vida de Riley seja sempre feliz. Entretanto, uma confusão na sala de controle faz com que ela e Tristeza sejam expelidas para fora do local. Agora, elas precisam percorrer as várias ilhas existentes nos pensamentos de Riley para que possam retornar à sala de controle – e, enquanto isto não acontece, a vida da garota muda radicalmente”

Via: AdoroCinema.

 Este filme recebeu diversas críticas positivas de diversos jornais e sites especialista em cinema, sua nota nesses criticas teve uma média de 4,6.

“Na verdade, há muito de psicologia em Divertida Mente. Vários são os conceitos adaptados nesta grande alegoria emocional, como o porquê de se esquecer fatos antigos de sua vida, o que define sua personalidade, questões do inconsciente, a formação dos sonhos (em uma hilária associação!) e até mesmo depressão. Sim, depressão! Por mais que o mal do século jamais seja citado nominalmente no longa-metragem, ele é claramente apresentado e explicado, dentro do contexto do filme. Mais ainda: Divertida Mente evita a vilanização da tristeza e oferece uma mensagem bastante importante sobre como lidar com ela em seu cotidiano, ao invés de afugentá-la a qualquer custo – o que, se for analisar mais à fundo, ainda por cima é uma crítica indireta à indústria de antidepressivos e remédios do tipo, que tentam retrair as emoções para que a vida seja mais “controlável”. Chorar, como o filme tão bem demonstra, às vezes é necessário – e Divertida Mente traz momentos em que realmente te leva às lágrimas.”

Critica do site AdoroCinema.

Trailer:

 

Espero que tenham gostado.

Um beijo e até a próxima.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestmail

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *